A barragem de Oroville, localizada ao leste da cidade de Oroville, na região norte da Califórnia, é a maior barragem de terra dos Estados Unidos, com 230m de altura. A barragem é utilizada para controle de inundações, armazenamento de água, geração de energia elétrica e melhoria da qualidade da água no Sacramento – San Joaquin delta.

Em meio a fortes tempestades na região da Califórnia, no dia 7 de fevereiro de 2017, começaram a surgir várias crateras no vertedouro principal da barragem. Para evitar o progresso dos danos nesse vertedouro, a vazão de água foi reduzida, estratégia que provocou o aumento do nível do reservatório.

Além do vertedouro principal, a barragem conta também com um vertedouro de emergência, que consiste em uma estrutura de concreto de 530m de comprimento e 9,1m de altura ao lado do vertedouro principal. Quando o reservatório atinge uma altura de 275m acima do nível do mar – 6 m abaixo da altura da estrutura principal – a água começa a passar sobre essa estrutura de forma descontrolada e atinge uma encosta natural até descarregar no rio abaixo.

No dia 11 de fevereiro de 2017 o vertedouro de emergência começou a ser usado, o que nunca havia ocorrido desde a construção da barragem em 1968. No entanto, a erosão na base desse vertedouro progrediu mais rápido do que se esperava, potencializando uma possível ruptura desta estrutura, que inundaria as comunidades a jusante.

No dia 12 de fevereiro, preocupados com a progressão da erosão e a consequente ruptura da barragem, as autoridades tiveram de evacuar pelo menos 180 000 pessoas que viviam a jusante do rio Feather.

Afim de se controlar a erosão da encosta, pedras e concreto foram colocados abaixo do vertedouro de emergência, por meio de helicópteros e para reduzir ainda mais o nível do reservatório, em preparação às chuvas que chegariam no dia 15, a vazão no vertedouro principal foi praticamente dobrada.

Embora a barragem principal de 230m não estivesse em perigo, caso o processo de erosão de qualquer um dos vertedouros atingisse o topo, isto provocaria a ruptura dessas estruturas, causando uma grande e descontrolada liberação de água no rio Feather.